Recursos Humanos

O RH estratégico e sua importância nas empresas - Por Marcelo Abrileri

De um lado, a tecnologia, a informática e a Internet estão mais presentes em todas as empresas. Do outro, a economia está aquecida. Isso resulta na necessidade de administrar margens de lucro menores e em operações mais eficientes e enxutas. Com tudo isso, o talento individual começa a ter cada vez mais valor.

Conseqüentemente, o RH passa a ser mais exigente com o perfil do profissional para sua empresa, pois estamos descobrindo a importância das pessoas no futuro de uma organização.

Os profissionais tão almejados pelas companhias certamente passaram por um processo seletivo para estarem onde atuam no momento. Ou seja, foram recrutados e selecionados pelo RH daquela empresa. Por isso, não podemos esquecer a importância estratégica deste departamento, em especial, da área de Recrutamento e Seleção.

O problema é que, com a necessidade de fechar o processo o quanto antes, frente a inúmeras outras tarefas que lhe são atribuídas, invariavelmente, o analista de RH acaba não dedicando este tempo necessário e tão importante ao processo seletivo.

O RH tradicional ainda possui muitas tarefas operacionais, e isso o impede de participar em decisões essenciais. Algo importante a fazer seria sistematizar as operações mecânicas ou ainda analisar quais poderiam ser eliminadas. Isso permitiria delegar atividades da melhor maneira para focar no principal objetivo desse profissional: contratar bem.

Mas não só isso é importante. A participação do RH nos projetos da empresa é tão fundamental quanto o enxugamento das tarefas meramente operacionais da área. Aí que entra o essencial papel estratégico do departamento, que é uma boa solução para as empresas que querem aumentar seus resultados, obtendo lucros. É crucial ter alguém da área com cadeira na diretoria e participação nas decisões, conhecendo mais os valores e objetivos da organização. E tudo isso tem a ver com a gestão de pessoas.

Na hora do planejamento estratégico, das reuniões decisivas, o representante dessa área deve estar presente, sempre pensando na vantagem competitiva.

Se observarmos as empresas que são ideais para se trabalhar, percebemos que elas colocam seus colaboradores em primeiro lugar. Com a valorização do ser humano, acabam conquistando um clima melhor de trabalho, são mais competitivas e lucrativas.

A estratégia utilizada no departamento de Recursos Humanos pode ajudar a companhia com ações de melhoria, que incentivam os colaboradores para que coloquem seus clientes também em primeiro lugar. Esses atos fazem toda a diferença.

O profissional do RH deve desenvolver suas competências e implementar práticas inovadoras. Ele é um agente de mudanças e deve estar apto a ser um estrategista.

*Marcelo Abrileri é sócio-fundador e CEO da Curriculum Tecnologia e empresário com grande conhecimento em informática e Internet, atuando na área de RH pela Curriculum.com.br desde 1998. Antes da Curriculum.com.br, fundou e liderou a Tecnonet Tecnologia, especializada no desenvolvimento de projetos de Internet. Por três anos, a Tecnonet desenvolveu mais de 580 projetos de Internet para empresas como Tok&Stock, Mallory, Mesbla, Mappin, C&A, Brinks, dentre muitas outras. Atuando como principal executivo de empresas há mais de quinze anos e no mercado de Internet nos últimos onze, adquiriu grande experiência em desenvolvimento de sistemas, além de grandes conhecimentos em Administração e Marketing.

Responsável por esse release:

Empresa: Curriculum.com.br

Contato: NATALIA ANDRESSA BAFFATTO
Telefone: (11) 3053-3636
Email: imprensa@curriculum.com.br